22/04 15:38

CEE debate reorganização curricular e formação docente com conselheiros nacionais de educação

WhatsApp Image 2021-04-19 at 09.47.51

O Conselho Estadual de Educação do Maranhão (CEE-MA), em parceria com a Cátedra Sérgio Henrique Ferreira – Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto da USP, realizou o webinar “O Novo Ensino Médio: desafios na organização curricular e na formação docente”, nessa segunda-feira (19), pelo canal do YouTube da Seduc-MA.

Após sua promulgação, em meados de 2017, o Novo Ensino Médio traz na sua proposta educacional maior flexibilização, diversificação, discute a escola em tempo integral e a educação para o mundo profissional. De acordo com a Lei 13 .415, a implementação do Novo Ensino Médio deverá acontecer em 2022.

A presidente do CEE/MA Soraia Raquel Alves da Silva tratou da implementação do Novo Ensino Médio no Estado do Maranhão. “O processo de implementação envolve vários aspectos importantes, e precisamos ter uma visão maximizadora que abrange todos pontos do novo modelo metodológico. Quando se aborda a Educação Básica Comum Curricular, é necessário destacar que não se trata apenas da Educação pública, trata-se da Educação Nacional, rede pública e rede privada. E o questionamento é: quais são os objetivos de aprendizagem que devem ser para todos?  Precisa-se entender que o currículo vai além, faz-se na escola, existe uma base para todos e é preciso pensar nas especificidades em nível regional, de território e em nível de escola” afirmou.

O Novo Ensino Médio é regido pela Base Nacional Comum Curricular e possibilita aos estudantes direitos iguais de aprendizagem e proporciona a escolha das áreas que desejam se aprofundar, abrindo um universo de possibilidades na sua formação de forma a projetar seu futuro na vida profissional.

O conselheiro estadual de Santa Catarina e presidente do Comitê que instituiu a BNCC do novo ensino médio, Eduardo Deschamps, iniciou a apresentação da formação de professores para o Novo Ensino Médio pegando a fala do ex-conselheiro Nacional de Educação, Chico Soares.
“O Ensino Médio brasileiro é feito para poucos. Muitos não chegam ao ensino médio. Dos que chegam, muitos não ficam. Dos que ficam muitos não aprendem. Dos que aprendem, muitos não veem sentido no que aprenderam”.
Deschamps apontou pontos específicos importantes com foco  de na formação de professores que atuarão no Ensino Médio.

De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), as escolas devem definir estratégias para trabalhar o desenvolvimento do Projeto de Vida dos estudantes. Essas estratégias envolvem orientação vocacional e profissional e preparação para o mundo do trabalho. Além disso, é importante desenvolver atividades que trabalhem a capacidade dos estudantes de definirem objetivos para sua vida pessoal, acadêmica, profissional e cidadã. O objetivo é que os discentes sejam capazes de organizar suas metas e terminem sua educação básica exercitando sua determinação, perseverança e autoconfiança.

O conselheiro Nacional de Educação, Mozart Neves, tratou da formação docente no Novo Ensino Médio e destacou a importância do educador na nova metodologia. “O papel do educador é zelar pelo aprendizado do aluno, o que infelizmente, no atual ensino médio, poucos são os alunos que concluem os estudos e destes, poucos aprendem efetivamente. Essa mudança é mais do que urgente”, disse.

O evento contou ainda com a participação da conselheira Elizabeth Rodrigues, membro da Câmara de Educação Básica do CEE/MA, que mediou o debate; e do Coordenador do Instituto de Estudos Avançados, Polo Ribeirão Preto, Antônio José da Costa Filho.

Confira as apresentações dos conselheiros Deschamps_CEE e Mozart_CEE_MA

Fonte: CEE
Data:22/0/2021
Fotos: Divulgação
Texto: Luciana Bacelar

Contatos

contatos

Funcionamento temporário
Rua Cema nº 39, Vila Palmeira
Cep: 65047-400
São Luís - Maranhão

Fones:
Presidência: (98) 3221-0604
Secretaria Executiva: (98) 3221-2271

E-mail:
cee.ma@edu.ma.gov.br

Localização

localização

Click to open larger map