28/11 11:26

Especialistas discutem os desafios para uma educação emancipadora durante Fórum de Conselhos

Em Plenária Regional Nordeste do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais e Distrital, que aconteceu nesta quinta (24) e sexta-feira (25), em São Luís, especialistas debateram sobre os desafios para um projeto de Educação Emancipadora, no país. O evento ocorreu no Auditório da Escola de Governo do Maranhão e contou com a participação de conselheiros de diversos estados brasileiros.

Na mesa de diálogo mediada pela conselheira Régina Maria Silva Galeno, estiveram presentes a secretária de Estado da Educação, Leuzinete Pereira da Silva; a oficial de Educação do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Júlia Ribeiro; e a professora da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Cacilda Cavalcante, que destacaram a importância de uma educação emancipadora, para transformar a sociedade.

“É muito de extrema importância receber representantes de outros estados aqui no Maranhão, para este momento de socialização de ideias, de trabalho, de pensar e refletir coletivamente, considerando sempre como foco a educação”, disse, a presidente do CEE-MA, Soraia Raquel.

“Importante diálogo com colegas dos Conselhos Estaduais de Educação do Nordeste, discutindo sobre educação emancipadora, que liberta não só com base nos conhecimentos culturalmente acumulados, mas uma educação que liberte do ponto de vista de consciência crítica e política, para que o cidadão consciente das letras e do mundo possa transformar a sua realidade”, destacou a secretária de Estado da Educação, Leuzinte Pereira da Silva.

Júlia Ribeiro, pedagoga pela Universidade Federal da Bahia e mestre em educação pela Universidade de Brasília, expressou alegria por participar da plenária, em São Luís, para debater sobre Educação, um direito fundamental de crianças e adolescentes.

“Estou muito feliz por estar aqui conversando com conselhos estaduais de Educação da Região Nordeste, para que possamos garantir o direito à educação de crianças e adolescentes. Ter uma atuação muito forte dos conselhos de Educação, propondo normativas, mobilizações, que garantam o acesso à permanência, aprendizagem, a ações relacionadas à recomposição de aprendizagem, é fundamental para que possamos avançar na garantia do direito à educação”, ressaltou Ribeiro.

A professora Cacilda Cavalcante traçou um panorama dos desafios da educação no Nordeste, destacando os financiamentos, indicadores, condições de oferta da educação pública na região, fornecendo elementos para auxiliar os conselheiros durante os diálogos que serão realizados no evento.

“Trouxe na minha fala alguns elementos, para que possamos refletir e estabelecer o diálogo. Que daqui saia uma agenda de ação dos conselheiros, no sentido de contribuir na formulação de políticas que possam amenizar os problemas e avançar na qualidade da educação”, observou.

Após a realização do painel “Socialização de Experiências e Vivências”, apresentado pelos Conselhos de Educação, houve a aprovação da Carta da Região Nordeste, importante documento para fortalecer a educação nesses estados.

A Reunião do Foncede no Maranhão contou com representantes dos estados do Nordeste como Bahia, Ceará, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, além de conselheiros de outros estados como Amapá, Mato Grosso e Rio de Janeiro.

 

 

Contatos

contatos

Rua do Sol, nº 412, Centro
Cep: 65020-590
São Luís - Maranhão

Atendimento externo: 13h às 17h
Telefones:
Presidência: (98) 3221-2678
Assessoria Técnica: (98) 3221-2271
Secretaria Geral: (98) 3221-0604
Câmara de Educação Básica-CEB: (98) 3221-7308
E-mail: cee.ma@edu.ma.gov.br